fbpx
Dicas

Motivação: 7 Dicas para continuar a treinar e a pedalar motivado

Ter disciplina para treinar é mais importante do que ficar sempre dependendo de fatores motivacionais temporários, isso é verdade. Porém, não podemos menosprezar a força de um treino motivado. Dessa forma, que tal receber algumas dicas para achar a sua motivação extra?

Pequenas metas podem mantê-lo motivado, desde a melhora no RP em alguns segmentos, ou mesmo pegar um KOM. Pode ser um pódio na corrida de sua cidade ou ir bem nos pelotões fortes da sua região.

Como melhorar sua motivação durante o treinamento

Continuar avançando e perceber a melhora de performance são fatores que possuem um real valor motivacional. É muito bom confirmar que o esforço dos treinos está se revertendo em mais velocidade, resistência e força, mas acima de tudo, em confiança.

É fato que permanecer motivado e focado em seus treinos vão aumentar a probabilidade de sucesso em suas metas, além disso pode garantir que você continue avançando de uma forma geral, especialmente quando a correria do dia a dia e outros fatores podem interromper ou atrapalhar seu fluxo de treinamento.

Dicas de motivação para continuar treinando e atingindo suas metas

De acordo com especialistas, a motivação pode surgir de uma infinidade de fontes, desde fatores emocionais básicos a crenças mais sérias. Em todos os casos, para poder obter todo o benefício é preciso ter objetivos e metas claras.

Foque naquela meta que te inspira ou naquele objetivo que tem perseguido e use a força da motivação para impulsioná-lo além.  Seja um treino corriqueiro ou um desafio de ciclismo, não importa, use esse poder e saia energizado.

E você saberá se está no caminho, basta pensar um pouco e sentir se essa meta é realmente importante e se te faz sair da cama mesmo num dia frio e super animado. Se encontrar esse objetivo e casá-lo com a motivação, é sucesso!

1 – Certifique-se de que sua meta atenda a dois pontos chave

Existem pelo menos dois princípios básicos para o estabelecimento de metas. E isso é mais importante do que se imagina, já que metas intangíveis podem ter o efeito oposto, e ao invés de motivá-lo, podem acabar deixando-o frustrado.

Tenha em mente que você deve escolher os eventos alvo com sabedoria, e isso pode ser simplesmente buscar os eventos que realmente lhe agradam, tanto no estilo, como no tipo de percurso e o local.

Nada pior que se ver treinando para um evento que no começo do ano parecia interessante, mas que agora não te trás vontade alguma de se esforça, ou pior, não vê sentido em sua participação.

Se tem um treinador, se envolva no processo e discuta seu treinamento para entender melhor o que seu coach está programando para você. Dessa forma se sentira parte mais ativa do plano e não terá a sensação de alienação, ou seja, de estar fazendo força sem conhecer o sentido de tudo aquilo.

2 – Crie pequenas metas

Algo que ainda pode ajudar neste processo, é o estabelecimento de metas menores, ou metas secundárias. Dividir suas metas vai te ajudar a mensurar melhor seu desenvolvimento e dessa forma lhe trazer pequenas, porém constantes conquistas ao longo da temporada.

3 – Mantenha a meta a vista

Com a correria é comum deixarmos coisas de lado ou ainda nos esquecermos das nossas metas, por exemplo. Por tanto, deixe suas metas em um local onde possa vê-las com uma boa frequência. Assim será sempre lembrado e instigado a manter o foco.

Use fotos de momentos importantes para você, pode ser provas duras ou ainda momentos registrados de um pódio ou algo do tipo. Essas lembranças positivas vão reforçar em sua mente que o esforço vale a pena.

4 – Visualize seu progresso

Use gráficos, planilhas ou o que quer que seja para avaliar e poder literalmente enxergar o seu progresso. Vale montar uma linha do tempo com a sua evolução, dessa forma ganha confiança à medida que seu evento alvo se aproxima.

Essa estratégia pode ser muito boa se vai fazer por exemplo um contra relógio num circuito conhecido. Os números que irão surgindo vão lhe dar uma real dimensão do seu progresso.

5 – Varie seu treinamento

Se o cerne de um plano de treinamento motivador é ver o progresso à medida que você melhora, a variabilidade ajuda a estimular seu corpo de maneiras diferentes. Misturar as coisas, no entanto, também pode ter benefícios psicológicos profundos.

Mantenha-se desafiado, e as mudanças de planos e de locais de treino podem fazer isso por você. Encare uma nova serra, ou pedale num circuito da sua região no sentido oposto ao de sempre, além de um ar novo, também lhe dará novas nuances sobre pilotagem e o percurso.

6 – Olhe para fora, não para dentro

Embora associar o esforço físico ao progresso seja importante para mantê-lo motivado a se colocar em dificuldades, essa consciência precisa ser temperada com um certo nível de dissociação dos sentimentos internos.

Essa estratégia pode ser útil especialmente em treinos muito longos, ocupar um pouco a cabeça sem perder o foco na estrada pode ser bacana. Use esse tempo para tentar pensar em soluções de problemas do trabalho ou da vida, basicamente, faça uma introspecção. Nos ciclistas somos bons nisso!

Não pense que é incomum sentirmos toda dificuldade de um estimulo ou até mesmo, tédio nos treinos. Por isso, pensar numa coisa fora as vezes pode ser bom para se manter animado.

7 – Redefina seus novos objetivos e novas metas

Depois de atingir seu objetivo e literalmente destruir suas metas, pode ser que o ciclista fique um pouco perdido. Pois bem, essa é a hora de redefinir seus objetivos e tornar a se desafiar.

Nunca fique sem algo para se empenhar, algo que lhe de prazer em se dedicar. As suas novas metas precisam ser realistas e contemplarem todos os aspectos anteriores, assim você garante o estabelecimento de objetivos factíveis para a nova temporada, por exemplo.

E não se esqueça, programe algumas pausas, elas são importantes e muito bem merecidas. Você deu o seu melhor, por isso agora deve colher um certo prazer.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar