fbpx
Dicas

Mais Rápido! Melhore a tração, grip e a frenagem da sua MTB

Entenda como a tração, grip e poder de frenagem te deixam mais rápido e eficiente no mountain bike. 3 dicas que aumentam a segurança e melhoram a sua pilotagem.

Ficar mais rápido e eficiente é o objetivo de muitos ciclistas, porém, ao mesmo tempo, existem outros bikers que só querem mais segurança e controle da bicicleta. Para estes dois tipos de ciclistas, este conteúdo pode ser muito valioso.

À medida que vamos simplesmente pedalando ou treinando, ficamos mais condicionados, mais rápidos e eficientes. Sendo ou não seu objetivo, a pratica regular de qualquer atividade física traz ganhos de saúde, sem duvidas. Mas, também traz consigo algum ganho na performance, pode apostar.

Ao mesmo tempo, fazendo ou não treinos específicos para desenvolver habilidades básicas, a regularidade na pratica de uma modalidade de ciclismo acaba melhorando a nossa técnica de pilotagem.

Contudo, ficar mais rápido, implica diretamente na necessidade de mais controle da bicicleta e, deixar isso somente por conta de uma evolução intuitiva pode não ser suficiente. Todo ciclista que busca mais velocidade, deve igualmente procurar melhorar sua pilotagem.

Melhore a tração, grip e a frenagem da sua MTB

Por tanto, a primeira dica aqui é: treine, pratique e desenvolva skills, saltos e técnicas de curvas. Feita a base, é certeza que você começara a extrair ainda mais do seu equipamento.

E falando em equipamento, a cada dia, especialmente no mountain bike paradigmas são quebrados e a indústria investe muito em redução de peso, aerodinâmica e no controle da bicicleta.

E então, chegamos nas dicas para você usar agora, e que vão melhorar imediatamente o grip, a tração e o poder de frenagem da sua mountain bike.

Em muitos casos, por mais experiente que seja o piloto, as forças empregadas numa curva em alta velocidade – especialmente no mountain bike com terrenos irregulares, traiçoeiros e escorregadios – excedem a capacidade mecânica dos equipamentos. É nessa hora, onde a pilotagem pode receber um upgrade e potencializar ao máximo as suas habilidades.

Dito isso, sem mais delongas vamos ao que interessa: Como melhorar o grip, a tração, aumentar o poder de frenagem e ganhar mais segurança.

Dica 1 – Pneus de Mountain bike mais largos

Escolher o pneu para sua mountain bike nunca foi tão fácil, estamos dizendo isso, pois a um tempo atrás o mercado apresentava pneus para todos os tipos de climas e terrenos. Dias secos, dias chuvosos, trilhas com lama, trilhas técnicas e descidas, para cada um destes um pneu diferente recomendando.

Com a popularização do sistema tubeless, essa quantidade de tipos de pneu para mountain bike diminuiu. Na verdade, ela já não se justificava tanto, pois o sistema sem câmara deixava os pneus com mais grip e tração. Além disso, notou-se que a rolagem ainda melhorava, mesmo com pneus mais largos.

Fita Tubeless
Pisto Tubeless

Atualmente, temos visto até mesmo mountain bikes de entrada com pneus 2.1 à 2.2 e as bikes de XC para corrida com pneus 2.25 à 2.3 com cravos rápidos já são normais e amplamente aceitos. A experimentação continua, feita por nos ciclistas e por atletas provou que pneus mais cheios não eram necessariamente mais rápidos e que a largura maior, por tanto, não influenciava negativamente na rolagem como se acreditava.

Dessa forma, existe ganho real comprovado, tanto em testes, como na pratica do dia a dia que pneus com menos pressão e mais largos, desde que usando o sistema tubeless apresentam incrementos de grip, tração e poder de frenagem. Consequentemente, te dão mais confiança que se reflete em curvas e descidas mais rápidas, ou ainda, mais segurança para um iniciante numa descida, por exemplo.

Dica 2 – Rodas para mountain bike mais largas

As rodas com dimensões internas do aro mais largas já não precisam mais se provarem como um avanço tecnológico. Elas estão consolidadas e são capazes de dar ao conjunto pneu e roda mais controle e segurança em vários aspectos.

Os pneus com compostos mais modernos, trouxeram muitos benefícios para o ciclismo, mas especialmente para o mountain bike. Entretanto, ainda havia mais a proporcionar, porem estavam limitados ao formato das rodas.

Somente com o surgimento de rodas mais largas, esses pneus com lateral de kevlar, por exemplo, puderam ser explorados ao máximo e melhorar ainda mais a pilotagem dos ciclistas.

Da mesma forma como acontece no caso dos pneus com tubeless e paredes em kevlar, as rodas largas trazem ganhos imediatos. Ou seja, é instalar e melhorar!

Rodas com bordas de 19mm, 21mm e até mesmo 23mm já não conseguem acompanhar a performance de rodas com 25mm ou 26mm, por mais sofisticados que sejam os materiais empregados na construção.

Roda de Carbono para Mountain Bike C26 Session. Largura interna de 26mm

Isso acontece, porque, sabemos hoje que a roda mais larga trouxe ganhos expressivos na qualidade da pilotagem em todos os aspectos e para todos os espectros de ciclistas.

A Session Brasil fabrica possui em seu portfólio de rodas duas ótimas opções. Uma delas, a C26 em carbono com 26mm internos e a outra, A25 em alumínio com 25mm internos. Todas possuem o DNA Session e estão equipadas com os consagrados cubos Six Monkeys da marca, além de rolamentos japoneses de baixo atrito. Você pode saber mais sobre elas aqui, nestes links:

Roda de alumínio para Mountain Bike A25 Session. Largura interna de 25mm.

Sobre as vantagens de uma roda mais larga para o mountain bike, podemos destacar inicialmente uma menor deformação em curvas, já que as paredes laterais estão num ângulo favorável para a banda de rolagem.

Além disso, essa vantagem ainda permite um pouco menos de pressão nos pneus, deixando o conjunto com ainda mais grip, tração e frenagem. E novamente, isso traz mais performance e segurança.

Dica 3 – Sistema de Proteção de Aro Session

O que inicialmente foi criado para proteger as rodas de alumínio e carbono do temido efeito “snake bite”, acabou agregando outros benefícios. O protetor de aro tornou-se um desejado incremento de performance para muitos atletas.

Reviews Canal Mountain Bike Brasil

Reviews Canal Respiro Bike

O nosso protetor de aros foi amplamente testado pelos principais canais de mídia e por atletas renomados como Marconi Ribeiro. Queríamos testá-lo ao limite para garantir a eficiência do produto.

Esse efeito inesperado foi muito relevante em duas frentes, uma delas e talvez a mais popular é a de que uma roda com paredes mais estreitas, podem se aproximar de uma roda mais larga em termos de redução de torção do pneu, melhora de grip, maior tração e ainda, aumento substancial do poder de frenagem.

E também, com o protetor de aro é possível utilizar de forma mais segura uma menor quantidade de pressão dos pneus em rodas estreitas.

Isso acontece pois o protetor de aro, alinha justamente as paredes dos pneus com o ângulo da banda de rolagem, deixando-o com os “mais quadrados’ como popularmente dizemos.

Esse efeito simula de forma eficiente o beneficio da roda mais larga e possibilita que ciclistas com rodas mais estreitas também consigam promover o incremento de performance e segurança sem precisar trocar toda a roda.

Você pode perceber isso até mesmo visualmente, e de que forma? Repare que, ao calçar um pneu muito largo, 2.2 ou 2.3 por exemplo, numa roda com 21mm ele fica no formato tipo balão. Por mais largo que seja o seu pneu, você sempre acha que os pneus do seu colega, muitas vezes até mais fino que o seu, são na verdade mais largos. Se já notou isso, pode apostar, ele usa uma roda com largura interna maior que a sua.

Esse formato (balão) não favorece a rolagem, tão pouco o grip e a tração, pois torna a superfície de rolagem arredondada demais, que por sua vez resulta em pouco contato com o solo, especialmente na lateral dos pneus, onde estão os cravos responsáveis pelo grip em curvas.

É por isso que recomendamos o protetor de aro, não somente para proteger a sua roda de avarias severas, mas também como um upgrade de performance, tanto para rodas largas, quanto para as estreitas.

E essas foram as nossas dicas para uma melhora imediata na pilotagem e para um ganho substancial em segurança e controle da bicicleta. Esperamos que tenham gostado e para mais conteúdos assim. Assine ao lado a nossa Newsletter.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar