fbpx
CiclismoPerformance

Estagnado no Ciclismo? Veja dicas para subir uns níveis na road bike

Ficar mais rápido e evoluir no ciclismo requer esforço, disciplina e continuidade. Mas um fator que muitas vezes é negligenciado e que deve fazer parte do processo é a autoavaliação.

Dicas para subir uns níveis na road bike

A autoavaliação pode evitar que entre em estágios extremos de cansaço ou ainda que avalie se o plano não está surtindo efeitos. Parar uns momentos para rever dados, analisar números pode fazer toda diferença na sua evolução no ciclismo.

Essas são dicas valiosas se você, assim como muitos ciclistas chegam ao final de uma temporada com a sensação de: mais um ano e não evolui! Está foi mais uma temporada que você passou brigando contra os mesmos caras e apesar do seu esforço, os resultados não vieram.

Você vai gostar também:
Rodas de Carbono C60. Sua bike mais rápida e eficiente

Os melhores upgrades para sua road bike. 5 dicas para deixar sua bike mais rapida.

Sua bike é top, alimentação e suplementação em dia, planilha fechada toda semana, e mesmo assim algo não fluiu. Na verdade, ainda tiveram dois ou três caras que antes pedalavam menos que você, mas que agora andaram na sua frente.

Se identificou com uma ou mais das situações acima? Calma, você não está só e na verdade isso é muito mais comum do que você pode imaginar. Decida fazer diferente na próxima temporada e a mudança de hábitos pode ser o seu primeiro passo.

Pare e pense um pouco mais. Faça uma autoavaliação

Você vai gostar também:
Pressão dos pneus. Poupe até 74watts com essas dicas

Rodas C50. O próximo upgrade da sua Speed.

Sua forma de treinar realmente potencializa seus pontos fortes, mas acima de tudo, ela também trabalha seus pontos fracos? Um dos principais erros que os treinadores mais percebem nos ciclistas estagnados é: Eles só fazem os treinos que gostam.

Treinar significa se preparar para enfrentar um determinado evento, suas particularidades de terreno, vento e geografia, assim como as diferentes formas de pedalar dos seus adversários.

Uma avaliação sincera e honesta do seu atual estado de condicionamento vai lhe abrir os olhos acerca das suas fraquezas e dentre elas quais precisam ser trabalhadas para os próximos eventos. Esses insights lhe trarão mais clareza sobre as especificidades que precisa trabalhar e lhe permitirão correções a tempo de chegar naquele evento com uma preparação mais especifica e afinada.

Apresente seus pontos fortes aos seus adversários

Você anda indo a todo tipo de evento, está correndo em pistas ou circuitos que não favorecem o seu estilo ou a sua predisposição como ciclista? Você está tentando vencer na montanha, enquanto na verdade é um pesado sprinter?

Sem dúvida alguma que correr vários tipos de provas com diferentes condições climáticas, geográficas e estratégicas te tornam um ciclista mais completo e experiente. Sair da zona de conforto é bom, e não estamos dizendo para você passar a escolher e correr somente um tipo de prova, mas que comece a rever suas expectativas e por tanto, não se cobre tanto de forma injusta consigo próprio. Planeje a sua temporada e entenda que ninguém consegue ficar no pico de performance o ano inteiro.

A proposta aqui é participar da maior quantidade possível e viável de eventos, usar alguns deles como preparação e se guardar para aquele momento onde suas chances são mais claras, onde sua confiança estará em alta. Apresente aos seus adversários o melhor de você, a sua melhor especificidade, o seu ponto forte. Chegue inteiro neste dia, motivado e sem dúvidas. Mentalize a vitória e acumule confiança aliada a uma boa estratégia de prova. Agora será a sua vez de apresentar-lhes a dor.

Você tem uma estratégia?

Minha estratégia é fazer força do início ao fim, sem fingimento. Aposto que você já ouviu isso por aí, e talvez já tenha tentado isso. Eu sei que sim, é bacana e soa bem. Mas por trás de um conceito tão simples, pode haver muito mais.

Manter-se fiel a sua estratégia e não a abandonar ao primeiro estimulo emocional pode ser o que separa você dos mais fortes. Nem sempre o cara que ganha a corrida é o mais forte, na verdade é o que chega mais inteiro e apto a despejar energia no momento certo.

A proposta aqui não é se esconder dentro do pelotão e não ajudar a buscar fugas ou mesmo na própria fuga. Até porque se não ajudar, pode acabar perdendo exatamente por isso. A questão aqui é, não se esforce além do que determinou no seu plano, mantenha a clareza e não se empolgue em ataques malucos em momentos inoportunos, ou se lance em busca de fugas sem propósitos.  

Os caras que já te conhecem podem se valer do seu ímpeto e usá-lo contra você, isso acontece mesmo. Pare de se deixar levar pela emoção e pelo orgulho, nem sempre está na hora de pôr toda força, preserve-se! Você não precisa ir em todas as fugas.

Sempre comece uma corrida com um plano. E dentro dele, tenha várias estratégias guardadas na sua cabeça, afinal imprevistos e circunstâncias inesperadas acontecem. Já tenha em mente o que fazer para cada uma delas, para isso, estude o percurso e os adversários.

Garanta seu tanque cheio. Não deixe seus estoques de energia baixarem pela fome

No calor da prova e nos momentos mais intensos é comum se esquecer de comer, até mesmo água a gente deixa de beber adequadamente. A dica seria aproveitar o tempo que tem para ingerir doses adequadas de água ou de comida. Os géis são excelentes opções para a ingestão de carboidratos e até mesmo bebidas isotônicas com carboidratos pode ajudá-lo.

Para aqueles que não abrem mão de mastigar, certifique-se de conseguir algo que se abra fácil, uma embalagem complicada pode ser um grande inconveniente. Também procure alimentos que precisem de apenas uma ou duas bocadas para comer. Evite alimentos que ficam empastados na boca, eles podem complicar a digestão ou lhe engasgar inclusive.

Lembre-se, o que você come nos dois ou três dias anteriores a prova é mais importante do que o que se come durante o evento. É ai que você realmente enche seu tanque de combustível!

Não coma demais no café da manhã e não invente moda, não como nada de muito diferente do que já está habituado.

Você está se aquecendo corretamente antes das provas?

Negligenciado por muitos, o aquecimento tem um papel importante no esporte, e no esporte de rendimento, isso vai além. Um aquecimento correto pode ser a diferença entre uma largada perfeita ou uma largada que vai te fritar no começo da prova.

O aquecimento deixa seus músculos prontos para a prova, em especial na largada. Cada pessoa reage diferente ao aquecimento, mas uma coisa que percebemos ao longo do tempo é que: só um girinho não te deixa tinindo pra largada.

Tente colocar alguns estímulos estruturados no seu aquecimento, uns tiros curtos e intensos podem acordar os músculos e prepara-los para os tiros das largadas mais frenéticas.

Nunca é somente seu treino

Concluindo, por mais que se esforce para mudar de nível, tenha em mente que quase nunca se trata apenas do seu treino. Na verdade, todos os espectros citados precisam estar alinhados para que você possa despejar toda força, resistência e potência que conseguiu nos treinos.

Realmente, é muito importante uma autoavaliação da temporada, sendo honesto consigo próprio e tentando enxergar onde poderá acertar e corrigir para o ano que vem.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar